South Africa
  • Gauteng (Johannesburg & Surrounds)
  • KwaZulu-Natal (Durban)
  • Western Cape (Cape Town)
  • Eastern Cape
  • Mpumalanga
  • North West
  • Free State
  • Northern Cape
  • Limpopo
Rest of Africa
  • Nigeria
  • Mozambique
  • Kenya
  • Zambia
  • Tanzania
Middle East &
Indian Ocean
  • Seychelles
  • United Arab Emirates

Make a Booking

Manage Your Reservations

Guia de Moçambique

Itens Essenciais de Viagem para Visitantes

O nosso guia de visitantes em Moçambique cobre os itens essenciais de viagem para garantir que a sua estadia em Moçambique seja segura, cénica e bem-sucedida. 

Emergindo como um novo destino turístico e novo destino para grandes indústrias, Moçambique está a crescer e a adaptar-se. Rubis, carvão, gás, mármore, castanha de caju, frutos do mar e alumínio fazem parte dos grandes atractivos para as grandes empresas, enquanto o deserto selvagem, o mergulho intocado e uma cena única de culinária e cultura fazem do turismo uma aventura africana que vale a pena experimentar. Como uma nação em desenvolvimento que ainda enfrenta desafios depois de uma história tumultuada, as coisas podem não ser tão rápidas ou tão eficientes como gostaria que fossem, mas a verdadeira beleza está além dos desafios de uma nação única no continente africano. 

Moeda – o Metical, ou Meticais, é a moeda oficial em Moçambique. a moeda tem a abreviatura Mts. As denominações variam de moedas de 1 Mt à 1000 Mts (assim como moedas menores de centavos). No momento da redação deste documento, 1 USD valia aprox. 60Mts. Denominação pequena de notas Meticais são sempre bom ter em mãos, assim como moedas. Comerciantes de mercados e até lojas muitas vezes ficam sem trocos, portanto evite usar notas de grande valor a menos que realmente precise. 

Não se surpreenda se o caixa eletrónico não tiver dinheiro ou mesmo estiver for de serviço, quando estiverem em funcionamento, normalmente poderá usar o cartão VISA (e normalmente o MasterCard) sem problemas em todo o país. Os hóspedes do StayEasy Maputo estão ao lado do Baía Mall onde tem a opção de escolha de bancos e caixa eletrónicos.

Viajar com grandes quantias de dinheiro deve ser evitado (tanto por segurança e por declarações aduaneiras), notas menores, e alguns dólares ou Rande Sul-Africano podem ser muito úteis caso uma empresa não aceite cartões de crédito ou débito. Escusado será dizer que os comerciantes do mercado e artesãos locais ao longo da estrada apenas aceitam dinheiro. Se estiver a comprar algo local, não tenha medo de negociar educadamente, mas não é o esperado, e o primeiro preço pode não ser o melhor preço. 

Os hóspedes que desejam “comida local” e ficarem alojados em acomodações a preços acessíveis, como a StayEasy Maputo, irão encontrar uma estadia em Moçambique, acessível para seu bolso. Para quem deseja experimentar hotel 5 estrelas da cidade de Maputo, a cidade tem alojamento e restaurantes que oferecem uma perspectiva diferente. Além disso, o afastamento de alguns destinos turísticos pode aumentar os custos tanto para chegar lá como para as despesas diárias. 

  • Metical é a moeda
  • 1USD = 60Mts 
  • A acomodação é acessível, e comer fora pode ser um excelente valor 

Electricidade – o fornecimento de electricidade em Moçambique é de 220v (50HZ). O tipo de ficha inclui o padrão do estilo Europeu de dois pinos e o estilo sul-africano de três pinos redondos. A falta de energia é comum e escolher hotel, tais como o StayEasy Maputo ou Southern Sun Maputo com fornecimento de energia de backup moderno e rápido é uma escolha inteligente para quem viaja a trabalho. 

Saúde e Segurança – seguro de viagem é altamente recomendável para visitar Moçambique. Também é aconselhável verificar seu seguro para garantir que Moçambique esteja coberto pela sua apólice. 

  • Aceda www.cdc.gov para verificar a lista de vacinas antes de viajar .
  • Certificado de vacinação contra febre-amarela só é necessário se estiver a vir de uma região onde haja febre-amarela.
  • Malária é um problema em Moçambique e precauções devem ser tomadas, especialmente se viajar para fora de Maputo.
  • Fora de Maputo, a assistência médica de qualidade pode ser muito limitada, e até mesmo na cidade, os casos graves são melhor tratados na África do Sul. 

Não é novidade que um país com altos níveis de pobreza e uma história de desigualdade social seja também um destino onde vale a pena estar ciente sobre o crime. No entanto, a maioria dos visitantes experimentam uma visita, totalmente livre de crime, à Moçambique, seguindo algumas dicas gerais. 

  1. Evite áreas perigosas e não mostre seus objectos de valor.
  2. Não ande sozinho à noite.
  3. Por vezes as autoridades policiais solicitam por suborno. Mantenha a calma e educadamente peça mais informações ou fale com um agente superior caso não tenha certeza do motivo pelo qual esteja a ser multado.
  4. Faça uso do cofre do seu quarto de hotel e seja “esperto” quando estiver fora.
  5. Deixe os serviços de atendimento aos hóspedes do hotel providenciarem transporte através dos operadores de táxi registados.
  6. Ser simpático, educado e calmo pode difundir situações potencialmente perigosas. 

Idioma – a língua oficial de Moçambique é o Português e cerca de 80% da população de Maputo é fluente em Português. Também ouvirá Changana, Swahili e Makhuwa. Aprender algumas frases em português definitivamente ajuda, uma vez que o Inglês não é comum, mesmo nas cidades.

Frases básicas em português

  • Hello – Olá 
  • Good morning - Bom dia
  • Good afternoon - Boa tarde
  • Good evening - Boa noite
  • How Are You? – Como esta?
  • I am fine - Muito bem obrigado
  • Thank you – obrigado
  • Goodbye – Adeus
  • Where – Onde
  • When – Quando

Deslocação – Se estiver a vir para o sul de Moçambique, provavelmente irá voar para o Aeroporto Internacional de Maputo. Os visitantes que planeiam voos para Inhambane, Beira, Tete, Nampula e Pemba, muitas vezes, fazem reservas de voo em Maputo. Os voos domésticos podem ser caros, portanto, reservar com antecedência é uma boa ideia caso esteja com orçamento limitado. 

Os autocarros se conectam com a maioria das grandes cidades, mas podem ser muito lentos, mal conservados e viajam em estradas em más condições. Embora o conforto não seja prioridade, eles dão uma experiência autêntica e para orçamento limitado provavelmente não irá encontrar uma maneira mais barata para sair de A para B a uma longa distância em Moçambique.

Conduzir viaturas em Moçambique é obrigatório transportar um colete reflector, dois triângulos, seguro contra terceiros, livrete e certificado de seguro. Empresas de aluguer de viaturas devem fornecer veículos equipados com o que é necessário. 

As estradas podem estar ocupadas, as bombas de combustível podem ser escassas quando estiver longe das principais cidades e estradas principais, e as condições das estradas podem ser extremamente pobres (em Maputo as estradas são normalmente bem conservadas). 

Também é bom estar ciente de que a polícia de Moçambique é muito rigorosa e, por vezes, vai além da lei. Quando infringir, pague a multa e receba um recibo. Se não tiver infringido, mantenha a calma, seja educado e peça para falar com um agente superior. Embora isso pareça muito preocupante, conduzir em Moçambique é na maior parte inteiramente livre de incidentes e uma oportunidade de experimentar este belo país ao seu próprio ritmo. 

Para obter a maneira mais simples de se locomover, deixe que a equipa do serviço de atendimento ao hóspede do hotel reserve um táxi para si. As tarifas podem ser pré-estabelecidas. 

Clima de Moçambique – dependendo do motivo da sua visita à Moçambique e quando precisar viajar, é muito sábio planear focando-se no tempo. Alguns meses podem ser insuportavelmente quentes (se não estiver acostumado a 35°C ou mais) e alguns podem ser muito chuvosos. Também é bom lembrar que quanto mais ao norte for, mais quente é - temperaturas próximas (ou superiores) de 40°C são comuns em lugares como Tete.

Janeiro - Março – quente e húmido com a média da temperatura acima de vinte e abaixo de trinta. O clima pode ficar tempestuoso e muito húmido, principalmente em Fevereiro e Março. 

Abril – Junho - final da estação chuvosa e início da estação seca, Abril é um bom mês para viajar. Maio mantem-se quente e seco, enquanto as coisas se refrescam (embora frio seria um exagero) para mínimos de 15 graus em Junho. 

Julho - Setembro – os três melhores meses para os visitantes que gostam de vida selvagem em Moçambique. Ambos os grandes mamíferos do oceano e as reservas de caça podem estar no seu melhor momento durante este período mais seco do ano. No final de setembro, as temperaturas voltam ao “normal" de 30 °C.

Outubro – Dezembro – as coisas começam a aquecer de novo. A estação seca termina e as temperaturas começam a subir. Com as temperaturas a subir, é a altura ideal do ano para uma viagem de mergulho. Dezembro é um mês popular para exploração submarina. 

Documentos de viagem – com a excepção de visitantes de países vizinhos, incluindo a África do Sul, precisará de um visto para visitar Moçambique.

Experiências na passagem de fronteira em Moçambique são normalmente simples, mas recomenda-se a obtenção de vistos com antecedência, em vez de tentar obter um na fronteira. Para todos os visitantes, recomenda-se que consultem a Embaixada de Moçambique mais próxima para obter os requisitos e preços actuais para o visto.

Os visitantes a trabalho devem solicitar um visto de trabalho antes da sua visita. Este processo é moroso. O processo de pedido é semelhante a um visto de turista com expceção de informações comerciais adicionais (carta convite) necessária. 

Certificados de vacinação contra a febre-amarela não são necessários na maioria dos destinos, mas pode ser solicitado a fornecer seu certificado de vacinação contra a febre-amarela para ser autorizada a entrada. Como tal, recomenda-se que tenha um certificado de vacinação actualizado antes de viajar, onde quer que esteja a viajar.